imagem fundação

A Fundação Teresa Regojo para o Desenvolvimento tem como fins estatutários a promoção do desenvolvimento integrado dos povos, pessoas e ou classes carenciadas ou desprotegidas nas áreas da saúde, educação, sócio económica e cultural.

Constituída em dezembro de 2003 como ONGD, é uma instituição privada que goza do estatuto de pessoa colectiva de utilidade pública, sendo-lhe reconhecido o superior interesse das actividades desenvolvidas para efeitos mecenáticos.

Entre outras iniciativas, a Fundação Regojo tem estado particularmente activa na área da saúde, nomeadamente em Moçambique, onde copatrocinou a reconstrução do Hospital de Marrere (laboratório, bloco de obstetrícia, bloco operatório, lavandaria) e infraestruturas circundantes (esgotos, rede elétrica e captação de água). Ainda nesta área, estabeleceu um conjunto de protocolos com entidades como, por exemplo, a Liga Portuguesa Contra a Sida e entidades responsáveis pelo combate a doenças como a lepra, para a prevenção e melhoria das condições da população afectada na região.

Há anos que a Fundação tem em curso a iniciativa de apadrinhamento e recolha de fundos das crianças do lar de Santa Maria de Nazaré e é digno de nota dar a conhecer que foi sob a liderança da Fundação que foi iniciada e concluída a reconstrução da igreja de Nossa Senhora de Murrupula.